Romã – Chá e Suco, Benefícios, Emagrece? Para Que Serve?

A romã é uma fruta que tem sua origem no Oriente Médio há milênios.

No antigo Egito, havia uma crença que essa fruta era muito benéfica à saúde das pessoas. Romãs eram colocadas nas tumbas de faraós para garantir aos mortos, uma esperança de nova vida.

Na América do Norte, seu suco é muito popular e facilmente encontrado em supermercados.

No Brasil, a fruta chegou por meio dos portugueses. A princípio, foi adotada para tratar inflamações na garganta e diarreia. Ao longo dos anos, estudos apontaram uma série de benefícios da romã.


Para que serve a romã?

Essa fruta ainda é muito pouco consumida no Brasil. Mesmo com todas as propriedades e benefícios que a fruta oferece à saúde. Mas muitos brasileiros não conhecem essas informações ainda e para que serve a fruta.

A romã é uma fruta com propriedades anti-inflamatória e ação antioxidante. É rica em potássio, vitamina K, fibras, proteínas, ácido fólico e vitamina C.

Suas sementes são ligeiramente adocicadas e podem ser ingeridas in natura ou em sucos, molhos. A casca da fruta pode ser aproveitada para preparação de chás e infusões.

Benefícios da Romã

Essa fruta pode evitar muitas doenças e melhorar a saúde das pessoas. Os principais benefícios são:

Ação antioxidante

Pesquisas realizadas pela Universidade da Califórnia apresentaram que o suco de romã tem mais antioxidantes que o mirtilo, uva, suco de laranja, vinho e chá verde.

Pacientes renaisFoto da fruta Romã

A Sociedade Americana de Nefrologia realizou um estudo em 2010 e apresentou que a concentração de potássio no suco de romã melhora os pacientes renais quando precisam de hemodiálises.

Infecção de garganta

Essa fruta tem substâncias adstringentes que reduzem o inchaço e irritação na garganta.

Ação anti-inflamatória

Com componentes antioxidantes chamados punicalagins, tanto a casca e a semente da romã possuem ação anti-inflamatória. O extrato dessa fruta trata inflamações crônicas como diabetes tipo 2, doenças do coração, mal de Alzheimer e câncer.

Estudos americanos de laboratórios mostraram que o extrato de romã, feito da casca, diminui a reprodução de células cancerígenas em geral, principalmente nos cânceres de mama e próstata.

Redução da pressão arterial

Estudos comprovam que o consumo diário de 150 ml do suco dessa fruta reduz a pressão arterial, evitando doenças como infarto e derrame.

Melhora níveis de colesterol

A romã bloqueia a produção de triglicerídeos, reduzindo o colesterol ruim (LDL) e aumentam o colesterol bom (HDL).

Ajuda na prática de exercícios

A romã é rica em nitratos que ajudam na dilatação dos vasos e por consequência aumentam o volume de sangue que bombeia os músculos. Os nitratos no organismo são convertidos em nitritos que ajudam a utilização de oxigênio de maneira mais eficiente.

Combate a gengivite e placa bacteriana

O suco de romã em reduz em quase 35% a formação de placa bacteriana. Com sua propriedade antiviral e antibacteriana, a fruta ajuda a combater várias inflamações na boca como: gengivite, periodontite, estomatite, entre outras.

Superalimento para cabelos e pele

A romã é mais rica em antioxidantes do que outros alimentos como mirtilo, suco de laranja, chá verde. O suco de romã é rico em nutrientes que melhora a textura dos cabelos e da pele, pois contém fibroblastos responsáveis pela produção de elastina e colágeno. Essa fruta fortalece o sistema imunológico, deixa a pele mais rejuvenescida, hidratada e sem celulites.

Trata problemas intestinais

A casca de romã é rica em taninos que ajuda a proteger a mucosa gástrica e auxilia no tratamento da disenteria e diarreia.

Propriedades e informações nutricionais

A romã é rica em vários nutrientes.

Conheça as principais informações e propriedades em 100 g dessa fruta:

  • Energia – 83 calorias
  • Colesterol – 10mg
  • Sódio – 3mg
  • Carboidratos – 19g
  • Fibras – 4g
  • Potássio – 236mg
  • Vitamina C – 10,2mg
  • Cálcio – 14g
  • Ferro – 0,3mg
  • Vitamina B6 – 0,1mg
  • Magnésio – 12mg
  • Açúcar – 14g
  • Proteínas – 1,7g
  • Manganês – 0,1mg
  • Cobre – 0,2ug
  • Tiamina B1 – 0,1mg
  • Zinco – 0,7mg
  • Riboflavina B2 – 0,2mg

Romã emagrece?

Sim. Essa fruta auxilia no processo de emagrecimento. É uma fruta que tem pouca caloria. Ela é um super antioxidante e diversos nutrientes que contribuem o metabolismo do carboidrato, estimula a queima de gordura e prevenir doenças.

É recomendado para auxiliar na perda de peso, tomar todos os dias chá ou suco da casca da romã. O Suco é diurético e o chá melhora o funcionamento do metabolismo.

Contraindicações e efeitos colaterais

É preciso ter muito cuidado com consumo em excesso da romã. Grandes quantidades podem causar vômitos e enjoo. Essa fruta tem alto teor de alcaloides e em grande quantidade pode se tornar tóxica.

No entanto, com a casa de romã não há esse perigo. Quando é feita infusão, os alcaloides se unem as substâncias taninos que tiram as toxinas da fruta.

Como comer?Suco de Romã e romãs cortadas

A romã pode ser consumida in natura. A forma mais fácil de retirar as sementes é mergulhar os pedaços dessa fruta na água gelada. Vai ajudar a desgrudar as sementes da casca da romã.

É possível também consumir essa fruta em formato de suco, chá utilizando tanto a polpa quanto a casca. Além disso, sua casa contém tanino e é utilizada também para curtir couro.

Como fazer o chá de Romã?

Chá de casca de Romã
Ingredientes
  • 10gr de casca de romã
  • 1 xícara de água fervente
Modo de preparo

Ferva a casca na água por 3 minutos. Deixe abafado a mistura por 10 minutos. Coe e beba morno. Repita de 2 a 3 vezes por dia. Não acrescente açúcar.

Como fazer o suco de Romã?

Ingredientes
  • 2 romãs
  • 200ml de água
Modo de preparo

Bata no liquidificador a polpa com a água e beba em seguida com gelo. Para potencializar seus efeitos, recomenda-se adicionar 1 rodela de gengibre e ½ suco de limão.

Pergunta dos leitores

Onde comprar Romã?

Essa fruta é encontrada em mercados, casas especializadas em produtos naturais, sacolões, feiras. Ela pode ser encontrada na forma da fruta in natura, desidratada, em pó.

Para escolher a fruta, deve estar muito avermelhada. Essa é a indicação que ela está madura e não vai ter gosto amargo e adstringente.

Ela deve ser armazenada na geladeira ou em local fresco. O consumo precisa ser feito dentro de uma semana.

Qual o nome científico da Romã?

Seu nome científico é Punica granatum. Ela pertence à família rosaceae. É uma fruta muito rica em compostos antioxidantes.