Gengibre emagrece mesmo? Como consumir? Benefícios e Contraindicações!

O gengibre é uma planta do tipo herbácea, que pertence a  família das Zingiberaceaes. Tem sua origem na Índia e China, mas seu cultivo se difundiu, ao longo dos anos, por muitos países. Sua plantação é bem comum, por exemplo, na região Norte do  Brasil.

Tem um sabor bastante acentuado, por isso é largamente usado na culinária. Possui também diversas propriedades nutricionais e medicinais, que são usadas para tratamentos de problemas de saúde.

Para que serve o Gengibre?

Além do uso na culinária, o Gengibre é adotado para a prevenção de diversas doenças, além de ajudar em processos de tratamentos. Algumas das serventias da planta é contribuir com a perda de peso. Isso devido seu poder de acelerar o metabolismo. Ainda ajuda em problemas gastrointestinais, aliviando vômitos, enjoos e náuseas.

Tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Com isso combate a ação nociva dos radiciais livres. Trazendo, assim, diversos benefícios a nossa saúde de forma geral.


Quais os benefícios do Gengibre?

Como mencionado, muitos são os benefícios que o uso do Gengibre pode trazer a nossa saúde. A seguir, você fica conhecendo os principais benefícios do gengibre a nossa saúde:

  • Bom para o sistema digestivo: o consumo do gengibre ajuda bastante nos problemas do trato digestivo. Entre eles: formação de gases, sensação de estufamento no abdômen, azia, entre outros. Para combater esses incômodos sintomas, indica-se beber uma xícara de chá de gengibre. Caso esses problemas foram frequentes pode-se tomar até 3 xícaras ao dia.
  • Ajuda a emagrecer: a planta pode ser uma excelente aliada para quem pretende peso ou mesmo manter a boa forma física. Isso porque o gengibre é uma das substâncias naturais mais potentes em acelerar o metabolismo. Com isso, queima-se  calorias e gorduras corporais. Esse efeito se deve às presenças do  6-gingerol e 8-gingerol – que aumenta a produção de calor corporal.
  • Bom para evitar vômitos e náuseas: a planta ainda tem bons efeitos para cessar os incômodos vômitos e náuseas. Gestantes ou até pessoas que enfrentam processos de quimioterapia podem beber o chá de gengibre, para se livrar desses terríveis efeitos. Vale ressaltar que, segundo muitas pessoas, esse efeito anti-vômito e náuseas é mais potente se o gengibre for consumido pela manhã.
  • Efeito anti-infamatório e antioxidante: o gengibre tem ação potente como antioxidante no corpo – o que previne variadas doenças, como resfriados, gripes, envelhecimento precoce e até mesmo diversos tipos de câncer. Ainda possui bons efeitos anti-inflamatórios – que melhoram diversos problemas, como dores musculares, dores causadas pela artrite e os incômodos sintomas de doenças respiratórias, como: bronquite, asma e crises de tosse.

Mais benefícios do Gengibre

Gengibre
Gengibre
  • Previne o câncer cólon e retal: pesquisas recentes apontam que o consumo da planta ajuda na prevenção do câncer de cólon e retal. Isso devido à presença de um agente conhecido como 6-gingerol – que tem a capacidade de impedir o desenvolvimento e o crescimento de células cancerígenas localizadas nessas regiões.
  • Bom conta  a úlcera: consumir gengibre também pode ser muito bom, tanto para aliviar as dores e queimações ocasionadas pelas úlceras abdominais, como para ajudar na cicatrização. Esse efeito se deve a propriedade do gengibre que combate uma bactéria chamada H. pylori – uma das principais causadoras das úlceras e gastrites.
  • Efeito antitérmico: devido ao seu poder de gerar calor, o gengibre pode ser um excelente antitérmico natural. Uma xícara de chá pode ajudar muito estados febris, ocasionados por causas diversas.
  • Bom para combater os sintomas a osteoartrite do joelho: uma pesquisa realizada com cerca de 250 voluntários apontou que aqueles que tomaram o gengibre constantemente apresentaram bem menos dor em relação àqueles que não fizeram uso uma da planta. Isso faz do dele um bom aliado no tratamento dos incômodos sintomas da artrite nos joelhos.
  • Funciona como relaxante muscular: uma pesquisa de 2010 analisou o efeito do gengibre como relaxante muscular. O estudo comprovou que o uso regular da planta pode oferecer um efeito de relaxante muscular em pessoas que sofrem rigidez nos músculos, ocasionadas por causas variadas.
  • Bom para diabetes: o gengibre ainda tem propriedades anti-diabéticas. Uma pesquisa de 2015 comprovou que o uso dele por pacientes com diabetes do tipo 2 beneficiou muito essas pessoas com a ingestão diária de cerca 2 g diárias da erva. O gengibre teria a capacidade de promover a redução dos índices de glicose no sangue.

Propriedades medicinais

Há muitos anos o gengibre é considerada uma planta com efeitos medicinais. Isso porque ele é rico em propriedades que ajudam a curar diversas doenças e prevenir muitos problemas.

O gengibre, por exemplo, faz bem para a pele, mantendo-a mais rejuvenescida e revitalizada. Também seus muito nutrientes,  como o magnésio, potássio, cobre, diversas vitaminas, gingerol, óleos essenciais, zinbereno, zingerona, canfeno, felandreno e outros lhe  dão diversas qualidades curativas e terapêuticas.

Gengibre emagrece mesmo?

Sim. O gengibre, como mencionado, é uma das substâncias naturais mais potentes para acelerar o metabolismo e assim, queimar calorias e gorduras. Para emagrecer recomenda-se beber cerca de 3 xícaras de chá da substância.

O chá de gengibre ainda tem efeitos diuréticos. Com isso, ajuda a desinchar os incômodos inchaços que se instalam na região da barriga, culotes, cintura, quadris e coxas. Ainda ajuda a amenizar a aparência da celulite.

Efeitos colaterais e contraindicações

Mesmo com tantos benefícios, em alguns casos e para algumas pessoas o gengibre pode não fazer tão bem assim. Por exemplo, no caso de gestantes, recomenda-se não ingerir a planta próximo dos dias do parte, pois há risco do aumento de hemorragias.

Portados de hipertireoidismo também devem evitar o consumo da planta – já que a mesma é um potente acelerador do metabolismo. Assim, essas pessoas podem ter os sintomas da doença exacerbados, como: taquicardia, nervosismo, aumento da pressão arterial, entre outros.

Ainda pessoas usando medicamentos anticoagulantes não devem consumir o gengibre.  A planta aumenta o risco de ocorrer sangramentos e hematomas pelo corpo.

Outro cuidado para é indivíduos que usam medicações para a hipertensão. O consumo do gengibre deve ser moderado, porque ele tende a reduzir ainda mais a pressão arterial consequentemente pode ocasionar problemas cardíacos a esses pacientes.

Como consumir o Gengibre?

Geralmente o gengibre é consumido em forma de chá, adicionado a água ou como ingredientes de receitas.

Como fazer o chá de Gengibre?

Chá de Gengibre
Chá de Gengibre

Quer se beneficiar de todos os poderosos efeitos do gengibre? Uma das melhores formas de fazer isso é consumindo seu chá. A seguir, você aprende como fazer o chá de gengibre:

Chá de Gengibre

Ingredientes:

  • 2 pedaços pequenos de gengibres frescos cortados ou cinco colheres de sopa de gengibre ralado
  • 1 litro de água

Modo de Preparo:

  1. Lave bem os pedaços de gengibre cortados ou ralados
  2. Coloque a água no fogo para ferver
  3. Quando a água começar a levantar fervura, adicione o gengibre e deixe a mistura fervendo por uns 2 minutos
  4. Tampe a panela por cerca de 10 minutos, para a infusão apurar
  5. Coe o chá e consuma

É possível consumir até 3 xícaras da infusão por dia.

Como plantar o pé de Gengibre? Escolha a Muda!

Você pode plantar gengibre no quintal da sua casa ou em um vaso grande de forma fácil e simples.

  • Escolhendo a muda: Primeiramente, você deve selecionar as melhores raízes da planta, que são as grossas e lisas. Atenção! Se a casa do dele estiver seca ou descamando, descarte essas plantas. Isso costuma significar que ele está armazenado por muito tempo e o resultado do seu pé de não será bom.

Caso você encontre aqueles gengibres que estiverem com brotos, melhor ainda. Isso significa que se trata se uma muda de gengibre em potencial!

Como plantar o pé de Gengibre? – Plantio 

Pé de Gengibre
Pé de Gengibre
  • Preparando a muda para plantar: escolhidas as melhores mudas do gengibre, você as envolverá em uma toalha de papel úmida e a guardará em um pouco de terra. Durante os passar dos dias, mantenha o papel toalha sempre úmido – isso é importante para o desenvolvimento do gengibre.

Chegará um momento que você perceberá que os pedaços do gengibre estarão com uma boa quantidade de raízes. É hora de plantar o seu pé.

  • Plantando o gengibre: retire os gengibres do papel toalha úmido e providencie um buraco com pelo menos 30 cm de largura e profundidade, num vaso grande ou no seu quintal. Dê preferência para solos já adubados. Em cada uma das covas feitas você pode colocar 2 ou 3 raízes de gengibre.

Depois das mudas acomodadas nos buracos, cubra-as com uma camada não muito grossa de terra – cerca de 2 cm – pois o gengibre não gosta de ficar sufocado sobre terra.

É importante também a plantação de seu pé em um local onde exista bastante sombra. A planta não aprecia muito a incidência direta do sol e isso pode prejudicar seu bom desenvolvimento.

As regas também devem ser feitas com moderação. Mantenha o solo pouco úmido e nunca encharcado. Conforme o pé for crescendo, você pode passar a regas para 2 a 3 vezes na semana.

Calcula-se que passados cerca de 12 meses, os pés de gengibre atinjam cerca de 70 cm de altura.

Como plantar o pé de Gengibre? – Colhendo os frutos!

Plantar Gengibre
Plantar Gengibre
  • Colhendo os frutos: nessa fase, os gengibres, provavelmente já poderão serem colhidos. Você deve cortar os pedaços pela raiz e o que sobra, pode ser devolvido ao solo, para servir como fortificante para o resto do pé.

Pergunta dos leitores

Quanto de Gengibre deve comer por dia?

O recomendado é que se consuma 3 xícaras de chá de gengibre por dia para se obter os seus benefícios: uma pela manhã, outra a tarde e mais uma à noite

Água com Gengibre é bom para quê?

A água com gengibre costuma ser muito boa para acelerar o metabolismo para quem quer emagrecer. Também tem efeitos diuréticos, ajudando a combater os indesejáveis inchaços pelos corpo, especialmente na barriga, cintura, culotes, pernas e coxas.

Recomenda-se colocar 2 pedaços de gengibre a cada litro de água e ir bebendo durante o dia.