Damasco – Geleia de Damasco, Benefícios, Emagrece? Pode Fazer Mal?


O Damasco é caracterizado como uma planta de verão e também é conhecido pelo nome de abricó. É uma fruta que requer climas mais frescos para se desenvolver melhor, mesmo assim, o damasco é encontrado facilmente durante todo o ano em forma de enlatado, fruta fresca ou seca.  Alguns estudos comprovaram que existem mais de 50 espécies diferentes do damasco.

Quando consumido seco ele apresenta grandes fontes de fibra e ferro. Mas também apresenta excesso de calorias, por volta de 250 calorias a cada 100 gramas da fruta. Em contrapartida, o damasco consumido em seu estado fresco apresenta apenas 35 calorias nas mesmas 100 gramas da fruta. Embora o damasco seco se apresente mais calórico do que ele em seu estado natural, ainda é o mais recomendado para a saúde. Isto porque, neste estado, o damasco apresenta maiores concentrações de nutrientes e propriedades medicinais.

O que é o Damasco?

O damasco é uma fruta que pode ser encontrada em seu estado fresco ou seco. Seu nome científico é Prunus Armeniaca L. e pertence a família Rosaceae. Ela é originária da China e das terras siberianas, mas pode ter procedência também da Rússia. Pertence também a família do pêssego, da pêra e da maçã. Seu arbusto pode chegar a medir 9 metros de altura com folhas amplas e em formato arredondado.

Benefícios do Damasco

O damasco é uma fruta essencial para quem é adepto das atividades físicas. Isto porque toda a energia perdida com os exercícios físicos consegues ser repostos rapidamente com seu consumo. E se o assunto é açúcar, saiba que esta fruta possui baixos índices glicêmicos. Por isso, consumi-la antes de treinos e caminhadas torna-se essencial. Para quem sofre com catarata, o damasco pode ser excelente aliado. Pois ele previne os problemas com a visão, principalmente em seu estado fresco.


Foto de Damasco inteiro e cortado ao meio

Para quem ama doces, mas não pode comê-los com frequência, a fruta consegue amenizar a compulsão se for comida sempre no momento em que o desejo pelo doce surgir.  Você pode comer de três a cinco damascos por dia e se você acha que os benefícios acabaram por aqui, engana-se. Acompanhe mais benefícios do damasco.

  • Melhora a visão;
  • Melhora a saúde da pele;
  • Fortalece os ossos;
  • Ajuda a perder peso;
  • Aumenta a imunidade do organismo;
  • Preventivo do câncer;
  • Protege o coração;
  • Combate inflamações;
  • Fortalece o cabelo;
  • Previne a prisão de ventre;
  • Fornece energia ao corpo;
  • Combate a anemia.

Damasco emagrece?

Como dito anteriormente, esta fruta possui grandes quantidades de fibras e desta forma, ajuda sim no processo de perda de peso. As fibras aparecem como aliadas na melhora da digestão e auxílio do metabolismo. Elas também aumentam a sensação de saciedade e melhora o trânsito intestinal.

Em sua versão fresca, o damasco detém de pouquíssimas calorias. Já os frescos, embora ofereçam os mesmos benefícios, contêm maiores quantidades de calorias. Desta forma, seu consumo deve ser moderado, principalmente se o que você busca é o emagrecimento saudável.

Propriedades da fruta

Em suas propriedades encontra-se presente a vitamina do complexo A. Esta vitamina possui betacaroteno e esta substância fortalece o sistema imunológico. Além de ser antioxidante e levar benefícios para a pele e olhos. Além desta, as vitaminas do complexo B1, B2, B3, B5, B9, C e E também estão presentes no damasco.

O damasco é capaz de prevenir o aparecimento e proliferação das células cancerígenas, dos problemas cardiovasculares, além de ser excelente laxante natural. Isso graças a substância licopeno que contém. O caroço da fruta contém uma vitamina chamada laetrile que é muito importante para a medicina por possuir grande capacidade de revigorar as células.

Como consumir?

Para se consumir o damasco, antes é preciso que o lave adequadamente. Deixe a fruta debaixo de água corrente e esfregue sua casca com os dedos. Assim removerá as sujeiras que poderão ser maléficas ao seu organismo. Esta fruta pode ser consumida em seu estado fresco ou seca. Mas também pode ser utilizada no preparo de alguns pratos como o mousse de damasco, bolo de damasco e sorvete da fruta.

Como fazer geleia de damasco?

Para fazer a geleia de damasco você deverá colocar no liquidificador ou misturar com um mixer 150 gramas de damasco seco picado, 2/3 de xícara de açúcar, 100 ml de água e suco de 1 limão. Depois de batido todos os ingredientes, leve-os ao fogo baixo e vá mexendo de vez em quando até que fique apurado. Após levantar fervura, fique mexendo por 10 minutos ou até que atinja a consistência ideal.

Se você gosta dos pedaços da fruta na geleia, prefira misturar os ingredientes com um mixer e conseguirá a consistência desejada. Caso ache que ficou muito grosso, basta acrescentar água e deixar ferver mais um pouco. Como é uma geleia natura e portanto sem conservantes, aconselhamos consumi-la por no máximo 4 dias.

Quando pode fazer mal?

Pote com Geleia de damasco

Geleia de Damasco

Embora seja uma fruta, o damasco pode sim fazer mal a saúde se consumidos em altas quantidades ou situações específicas que serão explicadas a seguir.

O damasco pode reduzir a pressão arterial se for consumido em versão desidrata, o famoso damasco seco. Neste caso, se quem consumir for uma pessoa que sofre com pressão arterial baixa, o seu consumo não é indicado. A não ser que seu médico autorize a ingestão e nas quantidades pre estabelecidas.

Para quem sofre com diabetes e costuma manter-se acima do peso, deve comê-lo em menores quantidades ou até evitá-lo. Como a sugestão é que procure um profissional, a ida ao médico irá confirmar se o uso da fruta em menores quantidades é recomendável ou não.

O recomendável é ingerir o damasco em 100 gramas diárias no máximo. Pois mesmo em pessoas saudáveis, o excesso pode levar a complicações no funcionamento do organismo.

Para quem prefere o damasco industrializado, ou seja, em sua forma seca e desidratada é necessário se atentar a alguns cuidados básicos. Pode ocorrer de no momento do processamento, o fabricante inserir produtos químicos que poderão levar à danos para a saúde do corpo.

Pergunta dos leitores

Damasco é um tipo de pêssego?

Esta é uma dúvida de muitas pessoas! sim, o damasco pertence a família do pêssego. Mas diferem-se por algumas características básicas. O damasco tem um formato menor que o pêssego. Além de ser mais ácido também.