Araticum – O Que é? Como Consumir? Benefícios e Contraindicações


Sem dúvidas, existe uma grande variedade de frutas no Brasil. O araticum é uma delas e como não poderia ser diferente, oferece muitas vitaminas e nutrientes para quem o consome. No entanto é uma fruta pouco conhecida e bastante confundida com outras da mesma família.

Então, para saber um pouco mais sobre o araticum continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre essa incrível fruta do cerrado brasileiro. Vamos lá?!

O que é o Araticum?

O araticum nada mais é do que uma planta característica do cerrado Brasileiro. Se nome científico é Annona crassiflora e costuma ocorrer em áreas de arenosas e secas.

A sua árvore pode alcanças ter de 4 a 8 metros de altura e seu crescimento é lento. Normalmente, ela só frutifica depois de alcançar 2 metros de altura.


O seu fruto é bastante conhecido e saboreado. O seu nome deriva do tupi e seu significado é “árvore rija e dura, fruto do céu, saboroso, ou ainda fruto mole”. Isso porque a sua polpa é branca, mole e viscosa quando ele está maduro.

Quando a fruta chega a esse ponto, normalmente costuma cair do pé, podendo ser coletada do chão mesmo. Ela possui uma casca de coloração marrom, bastante grossa e com inúmeras sementes lisas e pretas que firam presas a polpa. Normalmente ela é consumida in natura, mas sua polpa também pode ser utilizada em sorvetes, sucos e doces.

Origem e distribuiçãoFoto da fruta Araticum no pé de Araticum

Araticum é uma palavra originária do guarani, que é uma língua indígena. Ela da seus frutos desde o mês de dezembro até abril.

essa é uma fruta originária do cerrado e se parece muito com a pinha, sendo apreciada muito no Brasil e no mundo.

Nos países cujo idioma oficial é a língua portuguesa, o nome araticum é utilizado para muitas variedades da Annona.

Benefícios do Araticum

O araticum possui um importante fator antioxidante, o que ajuda a combater os radicais livres. Com isso, ele é um importante aliado na prevenção do envelhecimento precoce e também de doenças degenerativas, tais como:

  • Esclerose múltipla
  • Doença de Parkinson
  • Doença de Alzheimer

O fruto também é muito utilizado na medicina em determinadas regiões. Sabendo disso, veja mais alguns benefícios do Araticum:

Ajuda a combater e prevenir a anemia

Por conter uma grande quantidade de Vitamina C e ferro, o araticum é um importante agente no combate à anemia. Esse é um problema frequente que está comumente ligado a falta de uma alimentação balanceada.

Ajuda no funcionamento do intestino

As sementes do araticum são muito utilizadas no combate à prisão de ventre. Porém, se o fruto for consumido de forma regular, também pode ajuda a regular o sistema digestivo como um todo e soltar o intestino.

Atua contra a retenção de líquidos

Quando utilizado em forma de chás ou suco feitos da casca do fruto, pode-se obter um efeito diurético bastante poderoso. Eles acabam com a retenção de líquidos e ajudam a diminuir o inchaço.

Alívio de dores de cabeça

Se você sofre constantemente com dores de cabeça ou até com a temida enxaqueca, o araticum pode ajudar. Para isso, basta colocar alguma folhas umedecidas sobre a testa e esperar passar.

Atua contra o envelhecimento precoce

Como já foi dito, o araticum é rico em Vitamina C e antioxidantes. Com isso, age contra os radicais livres e ajuda a prevenir o envelhecimento precoce.

Cabelos mais saudáveis

O araticum é rico também em vitamina A, sendo excelente para quem está com os cabelos ressecados. Essa vitamina ajuda a manter os fios mais macios.

Prevenção da artrite

O araticum possui magnésio, que atua na eliminação dos ácidos presentes no organismo. Isso ajuda a prevenir o surgimentos de problemas como artrite e reumatismo.

Auxiliar no processo de perda de peso

Para quem está precisando eliminar alguns quilinhos, o araticum é ótimo. Isso porque contém muitas fibras, o que é essencial para controlar a fome. Além disso, é um fruto de poucas calorias.

Como consumir o AraticumFoto de bolo de Araticum

O araticum é um fruto consumido normalmente in natura, ou seja, como fruta mesmo. Para isso, basta abrir o fruto forçando com os dedos no centro e puxando para fora.

Depois, vá retirando os gomos que são formados pela polpa envolvendo uma semente preta e lisa. Vá comendo a polpa e descartando as sementes. É muito simples.

Além disso, a polpa do araticum, bem como o suco feito dela, ainda podem servir para fazer diversas receitas, tais como:

  • Mousses
  • Sorvetes
  • Brigadeiro, que ainda pode servir como recheio de bolos e etc.
  • Biscoitos
  • Compota
  • Bolo
  • Licor

Contraindicações

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo de araticum. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Outros nomes para o Araticum

O araticum é um fruto bastante conhecido e saboreado, especialmente no cerrado. Ele é muito confundido com a fruta do conde e a graviola. Vale lembrar que embora eles sejam da mesma família, não são o mesmo fruto.

No entanto, como não poderia ser diferente, o araticum é chamado por diferentes nomes, tais como marolo, pinha, ata, bruto, condessa, cabeça-de-negro e outros.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o araticum, sua origem, propriedades, como comer e seus benefícios para o organismo. Aproveite essas informações!